Blog

Nivea Souza,  26 de Março de 2020 -

2 min

A importância do Home Office em meio à atual crise

A disseminação do novo Coronavírus (COVID-19), bem como o impacto dos seus danos à humanidade, pegou a todos de surpresa. O funcionamento rotineiro do mundo precisou ser modificado em diversas instância. Distanciamento social, isolamento domiciliar e outras medidas precisaram fazer parte da rotina da grande maioria das pessoas, de maneira a diminuir as extensões prejudiciais da pandemia que se instalou.

 

Tendo em vista os últimos acontecimento ocorridos no mundo, é de extrema importância informar-se sobre o vírus, bem como sobre as maneiras de prevenir-se para evitar sua disseminação. As medidas são bem conhecidas (mas é sempre bom retomá-las) e são recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS):

 

  1. Opte por lavar bem as mãos quando estiver em ambientes nos quais o acesso à água e sabão sejam facilitados (ex.: em casa);

  2. Se precisar sair, leve consigo um recipiente com álcool em gel e higienize suas mãos com frequência;

  3. Ao espirrar ou tossir, cubra o rosto (preferencialmente com a parte interna do cotovelo);

  4. Evite aglomerações, principalmente se estiver doente;

  5. Saia de casa apenas quando necessário, é de extrema importância permanecer em casa.

 

Levando em consideração as medidas apontadas acima, é de extrema importância optar por alternativas que permitam que continuemos a exercer atividades comuns do nosso dia-a-dia ao mesmo tempo que respeitam as recomendações da OMS. Uma dessas alternativas é o Home Office.

 

Apesar que órgãos e organizações recomendem que as pessoas permaneçam em casa, muitas ainda precisam sair para trabalhar. Entretanto, vivemos em uma época na qual a tecnologia permite que façamos quase tudo virtualmente; no momento que vivemos hoje, devemos dar valor e fazer uso dessas ferramentas mais do que nunca.

 

Além de contribuir para que as pessoas saiam menos de casa e a disseminação do COVID-19 diminua, o Home Office pode contribuir muito à saúde mental do seu colaborador. Muitas pessoas ainda deixam suas casas hoje para trabalhar, mas o trabalhador que conhece os perigos do vírus sai de casa assustado e com medo. 

 

Esse medo o impedirá de trabalhar plenamente e que pode acarretar outros sentimentos prejudiciais - como, por exemplo, a ansiedade. Por outro lado, o trabalhador que pode exercer suas funções de dentro de sua própria casa, se sentirá mais seguro, menos tenso e estressado, e poderá desempenhar melhor suas atividades.

 

A situação que enfrentamos agora requer consciência, cuidado e responsabilidade social por parte de todos. É necessário colocar em perspectiva medidas que protejam as pessoas e diminua a disseminação do vírus. Por isso, é importante que você, gestor e responsável pelos funcionários da sua organização, priorize alternativas que permitam que o seu colaborador possa realizar seu trabalho de maneira segura e responsável, frente ao cenário no qual nos encontramos.

 

Em momentos como esse precisamos trabalhar juntos pelo bem-estar geral.

últimas postagens

VAMOS CONVERSAR UM POUCO